Lua vermelha

Algumas vezes podemos olhar para o céu e nos depararmos com uma Lua vermelha. Existem algumas situações que podem causar uma lua vermelha. Entre elas, a causa mais comum ocorre quando a Lua está baixa no céu, logo após nascer, ou antes quando ela está prestes a se definir abaixo do horizonte.

Assim como o Sol, a luz da Lua tem que "passar" por uma quantidade maior de atmosfera quando está em um ponto baixo perto do horizonte, se comparado quando está mais acima.

A atmosfera da Terra pode propagar a luz solar e, desde que o luar é apenas luz solar dispersa, a atmosfera pode propagar isso também. A luz vermelha pode passar através da atmosfera e não se dissipar muito, enquanto a luz na extremidade azul do espectro é mais facilmente dispersa.

Quando nos deparamos com uma lua vermelha, estamos vendo a luz vermelha que não se dissipou, pois a luz azul e verde foram espalhadas para longe. É por essa razão que a Lua fica vermelha, ou melhor, é por isso que a observamos desta forma.


O fenômeno acontece porque a luz do Sol será filtrada pela Terra antes de chegar à Lua

A segunda causa é se há algum tipo de partícula no ar. Um incêndio florestal ou erupção vulcânica pode encher o ar com partículas minúsculas que encobrem parcialmente a luz do sol e da lua. Mais uma vez, estas partículas tendem a dispersar a luz azul e verde, deixando ao mesmo tempo a luz vermelha atravessar mais facilmente. Quando vemos uma lua vermelha, no alto do céu, possivelmente é porque há uma grande quantidade de poeira no ar.

Existe ainda uma terceira causa para a Lua ficar vermelha, o fenômeno denominado eclipse total, quando a Terra fica entre o Sol e a Lua.

  

Como referenciar: "Lua vermelha" em Só Geografia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2019. Consultado em 19/01/2019 às 14:43. Disponível na Internet em http://www.sogeografia.com.br/Conteudos/GeografiaFisica/Fenomenos/luavermelha.php