Sol da meia-noite e noite polar

O Sol da meia-noite é um fenômeno natural que acontece entre os meses de verão em locais ao norte do Círculo Ártico e ao sul do Círculo Polar Antártico, quando o sol permanece visível na meia-noite local (e nas outras 24 horas do dia também).

Em torno do solstício (21 de Junho no norte e 22 de dezembro no sul) o sol é visível no total de 24 horas. O número de dias por ano com possível sol da meia noite aumenta quanto mais para um ou outro polo o local está situado. Ainda que quase determinado pelos círculos polares, na prática o sol da meia-noite pode ser visto até 90 km fora do círculo polar.


Registro do "sol da meia-noite" que ocorre no verão islandês, pelo fotógrafo norte-americano Joe Capra

O fenômeno oposto, a noite polar, ocorre no inverno, quando o sol permanece abaixo do horizonte durante todo o dia.


Noite Polar - Norilsk, cidade russa, tem três meses sem o nascer do sol

Os países e populações afetadas pelo sol da meia noite são limitados aos que vivem próximo ao Círculo Polar Ártico, como por exemplo Canadá (Yukon, Territórios do Noroeste e Nunavut), Groelândia, Islândia, Finlândia, Sápmi, Noruega, Rússia, Suécia e Estados Unidos (Alaska).

Um quarto do território da Finlândia localiza-se ao norte do Círculo Polar Ártico. No ponto mais setentrional do país, o sol não se põe por 60 dias durante o verão. Em Svalbard, na Noruega, a região mais ao norte habitada da Europa, não há pôr do sol por volta de 19 abril até 23 agosto. Nos polos extremos, o sol pode ser ininterruptamente visível pelo período de um semestre. Nos próprios polos, o sol só nasce e se põe uma vez por ano.

  

Como referenciar: "Sol da meia-noite e noite polar" em Só Geografia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2018. Consultado em 13/12/2018 às 18:49. Disponível na Internet em http://www.sogeografia.com.br/Conteudos/GeografiaFisica/Fenomenos/meianoite.php