Vantagens e desvantagens da produção de energia em hidrelétricas

Há uma série de vantagens e desvantagens na construção de barragens para a geração de energia a partir das hidrelétricas. Sendo assim, cabe ao governo e à população do país pesar os prós e contras para avaliar a necessidade da expansão desse tipo de política energética.

Entre as vantagens podemos citar, inicialmente, que a água é um recurso renovável - desde que seja garantida a preservação das nascentes dos rios. Em segundo lugar, está o fato de que o seu custo é bem inferior ao de outros tipos de usinas, como as termelétricas, as eólicas e as nucleares. Podemos destacar ainda que as hidrelétricas não contribuem para a geração de poluentes na atmosfera, a exemplo das termelétricas.


Esquema de funcionamento de uma usina hidrelétrica

Entre as desvantagens, destaca-se o espaço ocupado pelo represamento de rios para a construção das barragens. Esse ambiente pode se dar em áreas de reservas florestais, ricas em fauna e flora, que contribuem para a manutenção da vida em determinadas regiões. Além disso, a área ocupada pode ser habitat de comunidades indígenas e populações tradicionais, que veem nesse espaço não somente um local de moradia, mas também um espaço afetivo, longe do qual dificilmente irão se adaptar.


A construção de hidrelétricas requer o represamento de água em grandes extensões de área.


Torres da igreja de Itá (SC) na barragem de Itá. Com a elevação das águas do rio Uruguai por conta do represamento das águas da barragem, o que sobrou da parte inundada da cidade foram essas duas torres.

   

Como referenciar: "Vantagens e desvantagens da produção de energia em hidrelétricas" em Só Geografia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2019. Consultado em 20/08/2019 às 20:20. Disponível na Internet em http://www.sogeografia.com.br/Conteudos/GeografiaFisica/Hidrografia/content3_7.php