Oceano Antártico

Oceano Antártico, também conhecido como Oceano Austral, é o nome dado ao conjunto das águas que banham o Continente Antártico.

Fazem parte deste conjunto o mar de Amundsen, o mar de Bellingshausen, parte da passagem de Drake, o mar de Ross e o mar de Weddell.  

Muitos especialistas, oceanógrafos e geógrafos, não reconhecem a existência do Oceano Antártico, considerando-o apenas como um prolongamento das águas dos oceanos Pacífico, Atlântico e Índico.

O oceano Antártico é o único que circunda o globo terrestre de forma completa. Possui uma superfície de 20.327.000 km². Seu tamanho foi calculado, tendo como base os limites constituídos pelo “Tratado da Antártida” (Tratado firmado por diversos países no ano de 1956 onde estabelece a Antártida como território internacional para fins pacíficos e de pesquisa).

Os recursos naturais do Oceano Antártico ainda não têm sido explorados, entretanto sabe-se da existência de grandes jazidas de petróleo e gás natural nas proximidades do continente antártico e de depósitos de manganês. O gelo que cobre a Antártida é a maior reserva de água doce do mundo: representando aproximadamente 81% do total.

O Oceano Antártico possui grande biodiversidad. Sua fauna possui pinípedes (pinguins, focas, leões-marinhos e morsas),  cetáceos, cianobactérias, fitoplâncton e krill, que servem de alimento para os animais maiores. A Antártida não possui flora terrestre, sendo a sua única composição vegetal feita por algas marinhas e outros organismos autótrofos.

   

Como referenciar: "Oceano Antártico" em Só Geografia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2019. Consultado em 20/11/2019 às 06:39. Disponível na Internet em http://www.sogeografia.com.br/Conteudos/GeografiaFisica/oceanos/content2.php