Fusos no Brasil

Durante muitos anos o Brasil possuiu quatro fusos diferentes. Porém, em 2008, foi aprovada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva uma lei para reduzir um fuso horário na região Norte.

Nesse sentido, o extremo oeste do território brasileiro (localizado a -75° Oeste do Meridiano de Greenwich) teve seu horário adiantado em uma hora, estabelecendo o mesmo horário do fuso -60°.


A imagem 1 mostra as áreas que foram alteradas.

A imagem 2 mostra como ficou o fuso do Brasil a partir de 2008.

Desta forma, de acordo com o novo fuso os estados brasileiros seguem os seguintes horários:

  • Fernando de Noronha (PE): -2 horas em relação ao Meridiano de Greenwich.
  • Estados das regiões Sul, Sudeste e Nordeste, Goiás, Distrito Federal, Tocantins, Amapá e Pará: -3 horas em relação ao Meridiano de Greenwich.
  • Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia, Amazonas, Roraima e Acre: -4 horas em relação ao Meridiano de Greenwich.

Interessa saber...

  • O Japão, que está no oriente, é a terra onde o sol nasce, daí, obviamente, ser chamada de Terra do Sol Nascente. Ao contrário disso, é sempre no ocidente que o sol "morre".

  • O horário de verão é uma alteração do horário de determinada região, utilizado apenas durante uma porção do ano, adiantando-se em geral uma hora no fuso horário oficial local. O processo é adotado como o próprio nome diz durante o verão, quando os dias são mais longos, em função da posição da Terra em relação ao Sol e é utilizado como forma de diminuir o consumo de energia de cada região onde é aplicado.

   
Como referenciar: "Fusos no Brasil" em Só Geografia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2018. Consultado em 19/11/2018 às 05:03. Disponível na Internet em http://www.sogeografia.com.br/Conteudos/fusos/brasil/