Conflitos no mundo (continuação)

Ásia

Na Ásia, o principal ponto de conflito está localizado no Oriente Médio, mais precisamente no confronto entre árabes e israelenses.

É comum encontrar nas mais diversas mídias notícias sobre os conflitos armados entre palestinos e israelenses. Geralmente, ocorrem por meio de ataques terroristas, atentados, homens-bomba, entre outros  acontecimentos, sempre marcados por um alto nível de violência.


Os conflitos entre Israel e Palestina nasceram em tempos remotos, pois se enraízam nos ancestrais confrontos entre árabes e israelenses.

No Iraque, as divergências estão ligadas às questões religiosas, econômicas, territoriais e étnicas. O país é protagonista de confrontos com o Irã e o Kuwait, além da divergência eterna com os Estados Unidos.


Violência no Iraque

Outra questão territorial e com ideais separatistas é a respeito do povo curdo, que corresponde a uma nação sem pátria. Sua população é de aproximadamente 25 milhões de pessoas que estão distribuídas em grande parte da Turquia, Iraque, Irã, Armênia e Síria. Esses últimos, em grupos menores. A partir dos anos 1980, teve início o movimento separatista curdo na Turquia. A luta entre os rebeldes curdos e as autoridades gerou um saldo de pelo menos 40.000 mortes.


População curda vai às ruas em busca de independência

Em território afegão, a instabilidade política está presente há décadas e é promovida pela religião: 20% da população é xiita e 80% sunita. Além disso, existem as divergências e rivalidades entre as tribos nativas, promovendo um elevado número de refugiados (aproximadamente 3,5 milhões de pessoas).


Voluntários do exército xiita

Existe ainda no continente asiático um grande confronto entre Índia e Paquistão, foco de tensão estimulado pela intolerância entre mulçumanos e hindus, na região da caxemira, no norte da Índia e nordeste do Paquistão, área que integra o território indiano e que não é aprovado pelos paquistaneses.


O fundamentalismo muçulmano e o fundamentalismo hindu movimentam os
conflitos entre a Índia e o Paquistão pela incorporação da região da Caxemira

A Chechênia é um pequeno território de religião mulçumana que se tornou independente da Rússia, no ano de 1991. O governo russo não aceitou essa iniciativa e tal fato derivou grandes confrontos.


Destruição na Chechênia

Há também a questão entre a China e o Tibet. O Conflito teve início quando a China se tornou socialista no ano de 1949, e quando no ano seguinte esse país integrou ao seu território o Tibet, que possui uma restrita autonomia. Na busca por uma independência total, os monges budistas, sempre liderados pelo líder espiritual Dalai Lama, se rebelaram contra os chineses. Apesar disso, essa ação foi reprimida pelo exército chinês.


Questões territoriais marcam os conflitos entre o Tibet e a China

A Indonésia é um país constituído por um enorme arquipélago integrado, por cerca de 17.000 ilhas e abriga uma população estimada de 215 milhões de habitantes. Desse total, muitos  são de etnias e religiões distintas, o que gera uma intolerância entre os grupos rivais e automaticamente confrontos armados.


Conflito entre Timor Leste e Indonésia

Como referenciar: "Conflitos no mundo - Ásia" em Só Geografia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2019. Consultado em 20/08/2019 às 02:46. Disponível na Internet em http://www.sogeografia.com.br/Conteudos/GeografiaEconomica/geopolitica/geopolitica4.php