Você está em Material de apoio > Solo

Fertilidade do solo

A fertilidade do solo é medida por sua capacidade de sustentar a vegetação, principalmente a agricultura.

Isso depende do pH, da presença e quantidade de minerais, e, principalmente, da presença e quantidade de vida microbiana (húmus).

Um solo rico é aquele que apresenta o grupo certo de minerais e água para determinados tipos de plantas.


Solo fértil

A formação dos horizontes

Denominam-se horizontes as camadas que os solos vão apresentando no decurso de sua evolução. Gradualmente, sob a ação dos agentes biológicos, físicos e químicos, o solo começa a organizar-se em camadas. Um solo bem desenvolvido possui quatro tipos de horizontes: O, A, B e C.

  • O – O horizonte orgânico é feito de material vegetal, ou seja, folhas que ao caírem das árvores vão se decompondo, e restos de animais que também sofrem decomposição. É a camada superficial dos solos de florestas e matas.
  • A – O horizonte que apresenta matéria orgânica bem decomposta é o chamado horizonte humífero (de húmus).
  • B – Horizonte mineralógico que apresenta coloração bem definida. É um horizonte de grande acúmulo de materiais transportados pela água do horizonte A. Apresenta pouca matéria orgânica.
  • C – É o horizonte mais inferior, próximo à rocha. Apresenta granulação mais grossa, é o horizonte onde começa a decomposição da rocha.


Esquema de horizontes do solo

   
Como referenciar: "Fertilidade do solo" em Só Geografia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2007-2019. Consultado em 06/12/2019 às 21:24. Disponível na Internet em http://www.sogeografia.com.br/Conteudos/GeografiaFisica/Solo/fertilidade.php